Capítulo 9- No meio do caminho havia uma pedra

Catorze anos e nunca fui beijada. Grande coisa, pensei. Não sou a única, com certeza.

Talvez estivesse na hora de acontecer. Eu tomaria uma atitude naquela noite! Leonardo seria meu. Estava decidida.
Meu príncipe encantado apareceu novamente na porta, sorrindo. Estava lindo.
Minhas pernas tremiam mais que liquidificador velho. Procurei um banquinho para me sentar. Onde é que estava aquele diacho?!
No cantinho da loja. Alvo localizado. Se eu conseguisse caminhar seria ótimo. Droga!
Tentei caminhar devagar encostando-me no balcão. Assim ele não perceberia minhas pernas com vida própria.
Não sou muito ajeitada com as coisas. E o vidro de talco sobre o balcão estava contra mim naquele dia.
-Está tudo bem com você Cindy?- perguntou ele, com cara de preocupação.
Me abaixei um pouco, para que ele não notasse minha tremedeira. Minha mão escorregou pelo balcão e derrubou o pote de talco...Bem em cima da minha roupa!
-Que droga!- sussurrei.
-Falou comigo?- perguntou Leonardo.
-Ahn? Ah, não não.
Tentei limpar tudo aquilo rapidamente. Percebi que havia um pano e uma esponja numa prateleira do balcão. Isso serviria para tirar todo aquele talco de cima de mim.
-Tudo bem, você consegue! Vamos lá garota!- pensei.
Segui até a parede. Quando Leonardo virou-se para procurar o gel de cabelo, corri desesperadamente até a prateleira onde estavam os produtos.
-Você está bem Cindy? Parece meio tensa- alegou o príncipe.
-Tô ótima! Nunca me senti melhor!- disse sorrindo falsamente.
Esfreguei o pano sobre a fantasia. Pronto! Estava limpo! Agora precisava sair dali antes que Leonardo voltasse lá de dentro...
Saí correndo como uma doida varrida pela loja. Mais uma vez havia uma "pedra" no meio do caminho. No meio do caminho havia uma pedra. No meu caso, um banquinho.
Tropecei e cai bem no meio da loja. Acho que a cidade inteira parou para ouvir o barulho da minha queda. Leonardo correu assustado até mim.
-Você tá bem? Quantos dedos está vendo?- disse ele, colocando a mão na minha cara.
-Vinte e três?!- respondi meio zonza.
Por fim, fiquei sentadinha sem mover um músculo sequer até mamãe voltar e nos levar para a maldita festa.

tags:
publicado por cinderelashakespeariana às 17:08
link do post | comentar | favorito